Gisela No Calma dos Teus Olhos Letras

Vesti-me de cor dos teus olhos

Fui de verde ao luar

Cruzei-me com o negro preceito

De perder o teu olhar

E as águas paradas disseram

O caminho p’ra te encontrar

Senti-me de novo mulher

Vi teus olhos no meu mar

E a calma que vem dos teus olhos

Sabe a mar e a saudade

E a brisa que deixas aos molhos

De um aroma sem idade

Sabemos os dois o caminho, na verdade

Trago a calma dos teus olhos nos meus

Trago o rio onde adormeço nos céus

Trago o riso do teu rosto

Cada dia és Sol posto que ilumina o meu sentir

Trago a calma dos teus olhos nos meus

Trago o rio onde adormeço nos céus

Trago o riso do teu rosto

Cada dia és Sol posto que ilumina o meu sentir

Trago a calma dos teus olhos nos meus

Trago o rio onde adormeço nos céus

Trago o riso do teu rosto

Cada dia és Sol posto que ilumina o meu sentir

Trago a calma dos teus olhos nos meus

Trago o rio onde adormeço nos céus

Trago o riso do teu rosto

Cada dia és Sol posto que ilumina o meu sentir